Página inicial e principal PLANTAS - CAULE

  RAÍZ       FLOR        FOLHA     FRUTO    CAULE        

{Constituição das Plantas} 

Caule

É a coluna principal do vegetal, geralmente aéreo, com ou sem clorofila.

A sua função é sustentar as folhas, flores, ramos, e frutos, ligá-los às raízes e conduzir a seiva (água e sais minerais).

Os caules são classificados em: aéreos, subterrâneos e aquáticos.

1 - Aéreos:

Encontram-se em contato direto com o ar atmosférico.

Classificam-se em:

a)  Erectos: desenvolvem-se verticalmente.

Tronco: mais ou menos cilíndrico, resistente e ramificado. Pode atingir grandes alturas. Ex.: mangueira, abacateiro, laranjeira, etc..

Haste: pequeno, pouco resistente. Ex.: caule da couve, do feijão, etc..

Estipe: é cilíndrico e sem ramificações. Ex.: caule da palmeira.

Colmo: é cilíndrico e apresenta nós bastante nítidos. Podem ser oco (ex.: bambu) ou cheios (ex.: cana de açúcar)

b)  Rastejantes são caules que crescem horizontalmente sobre a superfície do solo e são poucos resistentes. Podem apresentar raízes adventícias. Ex.: morangueiro, aboboreira etc.

c)  Trepadores são os caules das plantas conhecidas como trepadeiras. Podem ser:

·       Sarmentosos: apresentam elementos de fixação como, por exemplo, as raízes adventícias. Ex.: ervilha, feijão etc.

2 - Subterrâneos

Localizam-se sob o solo. Entre eles estão: rizomas, tubérculos e bulbos.

a)   Rizomas são caules que se desenvolvem sob a superfície do solo, horizontalmente, produzindo raízes e elementos aéreos. Ex.: banana, samambaia, etc.

b)  Tubérculos são caules subterrâneos que armazenam substâncias nutritivas. Ex.: batatinha. Uma maneira de se distinguir raiz de caule subterrâneo está na presença de gemas nos caules ("olhos"), que não são encontradas na raiz.

c)   Bolbos são caules envolvidos por um conjunto de folhas dispostas circularmente. Ex.: cebola.

3 - Aquáticos

São capazes de absorver a água através da epiderme.

Alguns caules apresentam modificações a fim de se adaptarem a uma determinada circunstância. Entre os tipos de caules estão: gavinhas, espinhos e cladódios.

Gavinhas são ramos modificados para a fixação. Ex.: videira.

Espinhos são ramos endurecidos e pontiagudos. Ex.: laranjeira. Os espinhos estão fortemente ligados ao caule, ao contrário dos acúleos que são facilmente destacáveis. Ex.: roseira.

Claudódios são caules compridos que assumem a função e o aspecto da folhas quando estas faltam. Ex.: figo-da-índia.